novidades

Enquanto procura um norte, NX Zero lança gravação ao vivo em CD e DVD

Enquanto procura um norte, NX Zero lança gravação ao vivo em CD e DVD

Nada menos do que 36 cinegrafistas estavam com as câmeras a postos na noite de 14 de junho de 2017 para captar imagens do show feito pelo grupo paulistano NX Zero na casa Audio Club, na cidade de São Paulo (SP). A noite era especial para a banda e para os fãs mais ardorosos. Dias após o quinteto ter revelado que iria entrar em recesso por tempo indeterminado, a partir de 2018, Di Ferrero (voz), Gee Rocha (guitarra e vocais), Fi Ricardo (guitarra), Caco Grandino (baixo) e Daniel Weksler (bateria e percussão) registravam ao vivo, para posteridade, o show inspirado pelo álbum Norte (2015), disco que há dois anos conseguiu diluir um pouco a aura de emo que ainda rondava o NX Zero desde a formação da banda, em 2001.

O resultado da gravação pode ser conferido no CD duplo e no DVD Norte ao vivo, recém-lançados no mercado fonográfico pela gravadora Deck. Com projeto gráfico de Büro-Büro Creative, as capas do CD e do DVD são diferentes, mas o conteúdo é rigorosamente o mesmo. Ambos reproduzem os 24 números de roteiro de show no qual o NX Zero tocou as duas músicas, Nessa cidade (Di Ferrero e Gee Rocha) e Sintonia (Di Ferrero e Gee Rocha), que lançou em maio em single e que a partir de agora, com a edição de Norte ao vivo, ficam incorporadas à discografia do grupo em formato físico.
Entre sucessos da banda, como Razões e emoções (Di Ferrero e Gee Rocha, 2006), Norte ao vivo rebobina as músicas do álbum Norte, gravado pela banda com o produtor Rafael Ramos, a quem o grupo se associara desde o EP digital Estamos no começo de algo muito bom, não precisa ter nome não, lançado de forma independente em 2014 com título que anunciava fase de bonança que, pelo visto, durou pouco.
Com o CD e DVD Norte ao vivo já disponíveis no mercado fonográfico, resta saber o NX Zero vai solucionar a crise detectada em 2014 que gerou o hiato programado para 2018. O grupo vem procurando um norte nestes anos 2010, mas tudo indica que ainda permanece em impasse criativo.

Tiago Bilicki

dezembro 4th, 2017

No comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *