98 news

Palestra aborda violência doméstica nesta quarta-feira em Canoinhas

Palestra aborda violência doméstica nesta quarta-feira em Canoinhas

Ex-lutadora de MMA e a secretária Nacional de Políticas Públicas para Mulheres farão a palestra na Câmara de Canoinhas

Nesta quarta-feira, 5, acontece em Canoinhas a palestra “Prevenção e enfrentamento da violência contra mulher”, que será ministrada por Érica Paes, na condição de assessora do Departamento de Enfrentamento à Violência da Secretaria Nacional de Políticas para as Mulheres (SNPM), órgão ligado à Presidência da República. O evento contará ainda com a presença da secretária nacional de Políticas Públicas para Mulheres, Andreza Colatto.

 

A palestra será realizada na Câmara de Vereadores de Canoinhas, a partir das 19h, com número de inscrições limitadas. O evento será gratuito e voltado para toda a comunidade de Canoinhas e região. As inscrições podem ser feitas pelo link http://bit.ly/EventoEricaPaes ou na própria Câmara de Vereadores. O evento é uma iniciativa da Câmara de Vereadores de Canoinhas em parceria com lideranças femininas de diferentes setores da sociedade canoinhense.

 

SOBRE AS PALESTRANTES

O currículo de Érica Paes é bastante extenso. Pentacampeã brasileira e campeã mundial de jiu-jitsu, ex-lutadora de MMA, fundadora do projeto social “Eu sei me defender”, atriz da Rede Globo de Televisão (tendo atuado nas novelas ‘Malhação’, em 2015, e ‘A Força do Querer’, em 2017) e assessora especial da SNPM. Érica é formada em Educação Física e Serviço Social, proferindo palestras sobre o combate à violência contra a mulher em todo o Brasil.

 

Andreza Colatto é Secretária Nacional de Políticas para Mulheres, advogada, pós-graduada em Mediação de Conflitos e Arbitragem. Foi Diretora de Articulação Interfederativa, Diretora de Monitoramento e Coordenadora-Geral de Monitoramento e Acesso a Serviços no Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), com participação no Comitê de Gênero da pasta. Atuante em movimentos sociais como o Fórum Mulheres do Agro e Grupo Virada Feminina além de articuladora junto à Bancada Feminina da Câmara dos Deputados.

 

Números da violência contra a mulher

No Brasil, mais de 40% das mulheres já sofreram violência doméstica em algum momento da vida. No Mapa da Violência 2015, que faz comparação com dados de 83 países, o Brasil se encontra na 5ª posição em assassinato de mulheres.

 

O País tem uma legislação específica para os casos de violência contra a mulher, a chamada Lei Maria da Penha, que visa aumentar o rigor das punições sobre crimes domésticos e familiares. Segundo o Conselho Nacional de Justiça, mais de 212 mil novos processos registrando casos de violência doméstica e familiar foram abertos em 2016 e mais de 280 mil medidas protetivas foram proferidas para mulheres em situação de violência. Conhecida como Ligue 180, a Central de Atendimento à Mulher realizou em 2016 o recorde de 1.133.345 atendimentos a mulheres em todo o País.

 

Em Santa Catarina, a cada 12 horas uma mulher é vítima de violência doméstica, de acordo com o Mapa da Violência 2015. Nos registros por município, Florianópolis está no topo da lista da violência contra a mulher no Estado, com 1.860 casos relatados à polícia, resultando em 1.919 vítimas, sendo a maioria por crime de ameaça (797), lesão corporal (560) e estupro (86). Em 2016, foram registradas 30 mil ocorrências pelo crime de ameaça contra a mulher, segundo a Secretaria de Estado da Segurança Pública.

Fonte: www.jmais.com.br

Tiago Bilicki

setembro 4th, 2018

No comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *